Nova etapa do Minha Casa Minha Vida chega com alterações e deve dar um novo gás no mercado imobiliário / por Daniele Akamine
Minha

Daniele Akamine, sócia diretora da Akamines Negócios Imobiliários

Começa a valer a partir desta semana, a 3ª fase do Programa Minha Casa Minha Vida. Nesta fase teremos a alteração dos valores de compra do imóvel, bem como renda e subsídio.

O valor do imóvel, que antes estava limitado a R$ 190 mil, agora passa a ser de R$ 225 mil, no Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo; a renda que também estava limitada a até R$ 5 mil, poderá chegar a R$ 6.500; e, o valor máximo de subsídio que era de R$ 25 mil, poderá chegar até R$ 27.500.

Um ponto importante será a redução do subsídio em 40% para financiamentos com apenas 1 participante. Com essas mudanças, o mercado imobiliário ganha novo fôlego, já que, segundo estudo da Fundação Getulio Vargas e do Sinduscon-SP, 2015 deve ter terminado com um recuo de 8% no PIB da construção, sendo que a previsão de queda era de 5%. Cabe lembrar que a construção civil responde por 6,5% do PIB brasileiro.

As mudanças são para as faixas 2 e 3. A faixa 1 deverá ficar estacionada esse ano.

Serviço:
Akamines Negócios Imobiliários / www.akamines.com.br