Segundo Rogério Moraes, CEO da Kemp, com o uso da tecnologia BIM nas construções a queda nos custos chega a 20%, minimiza erros e aumenta a produtividade

BIM gera queda nos custos

Utilizada para a criação de modelos virtuais precisos das obras ainda em fase de projeto, a tecnologia BIM (Building Information Modeling) deve ampliar a produtividade no setor de construção em 10% até 2028, conforme projeção do governo federal. A partir de 2021, o uso do método será obrigatório nas obras públicas realizadas no país.

A estimativa do governo é de que a BIM garanta uma redução de custos de 9,7% nas construções. Mas, conforme estudos contratados pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a queda nos custos pode ser ainda maior, chegando a 20% com o BIM. Leia+Mais→